Para que serve a logística nas empresas?


Planejamento, cada coisa em seu lugar.


Você já ouviu falar em logística? Sabe o que isso quer dizer e para que serve? Bem, para que uma empresa ou microempresa possa oferecer seus conteúdos aos clientes com eficiência, qualidade e agilidade, é necessário organização. Por isso, fazer o planejamento de todas as etapas daquilo que é oferecido ao consumidor é a garantia de uma boa administração do seu negócio. Vejamos a seguir.


O que significa logística?


O princípio fundamental é o armazenamento e a distribuição de recursos de forma organizada programando todo o processo da compra de um produto, sua estocagem, venda e distribuição. Não é uma coisa complicada, mas exige disciplina para uma boa gestão financeira e a gestão do seu material de trabalho.


Basicamente, você vai precisar planejar, coordenar e executar todo o processo que o seu empreendimento oferece. Com isso, você terá todo o controle de cada etapa e não se perderá na hora fazer e entregar o seu produto.


Vamos entender melhor com um exemplo de microempreendedor de salgadinhos.


Quais as etapas para uma boa logística?


O negócio dessa pessoa é fazer coxinhas, esfihas e kibes. Ela recebe uma encomenda de aniversário para fazer 300 salgadinhos. Então, para que ela consiga produzir essa encomenda será necessário seguir algumas etapas.


1. Listar os itens para a produção dos salgados. Quais são os itens que preciso e qual a quantidade de cada um? Exemplo: farinha, ovos, sal, óleo, manteiga, carne, frango, trigo, etc.


2. Conferir o que já tem no estoque. Uma boa prática é sempre ter seu estoque organizado e abastecido, o que favorece uma economia de tempo não sendo preciso ir às compras a todo o momento.


3. Distribuir funções. Se uma ou mais pessoas trabalham com você, distribua funções para cada uma delas, assim cada um fica responsável por uma etapa. Mas, se você é uma pessoa que trabalha sozinha, organize-se para fazer uma coisa de cada vez concentrada em cada processo.


4. Entrega. Deixar tudo pronto e organizado garante eficiência e respeito ao consumidor, além de aumentar a confiança em seu trabalho.


5. Transporte. É hora de levar os salgadinhos ao cliente, de maneira segura, cumprindo o prazo da entrega.

Claro, esse é só um exemplo e tudo vai depender do tipo de negócio que você tem. O correio é um modelo de logística que funciona muito bem. Alguns terão uma complexidade maior, mas a linha de pensamento é a mesma: ter um planejamento.


Ao fim de cada mês você terá uma planilha completa com os cálculos de cada item que foi usado mais, que foi usado menos e o que faltou. A partir daí, prever as futuras produções ficará muito mais fácil.



Curta, compartilhe, conheça mais o Instituto Dom através de nossas redes sociais e veja como apoiamos microempreendedores menos favorecidos com capacitação, investimento social e assessoria na gestão. Veja nosso canal YouTube e nossas redes sociais Instagram, LinkedIn e nosso Facebook.



Posts recentes

Ver tudo